fbpx
Pular para o conteúdo
Opção Dinheiro

Por que que o banco central criou a nova cédula de 200 reais?

O Banco Central (BC) explicou que teve a necessidade de criar a nova cédula de 200 reais por alguns motivos.

No início da pandemia houve um fenômeno chamado de “entesouramento”, é o fenômeno em que a população busca por liquidez, ou seja, saca o dinheiro do banco pelo medo de alguma catástrofe acontecer e eles não terem dinheiro disponível para poder suprir qualquer necessidade. Pode-se imaginar que o movimento se prenda a temores de calotes e quebras de bancos. Algo que se assemelharia, por curioso que possa parecer, com a corrida para a compra e estocagem de papel higiênico, em reação às primeiras informações e restrições oficiais sobre o novo coronavírus.

O outro fenômeno derivaria da forma como os recursos do auxílio emergencial estariam sendo apropriados pelos beneficiários. Tendo como alvo uma população em grande parte desbanca rizada, tanto o saque do auxílio quanto sua utilização, concentrada na compra de suprimentos essenciais, estariam se dando, preferencialmente, em dinheiro.

Segundo a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, a necessidade de incorporar uma cédula de R$ 200 ao conjunto de cédulas de dinheiro brasileiras decorre de um aumento extraordinário da demanda por papel-moeda na economia, o Banco Central não tá simplesmente injetando dinheiro na economia, o valor da nossa economia se mantém o mesmo, só que o aumento pela demanda de papel-moeda fez com que houvesse uma escassez de papel-moeda e para isso o Banco Central está simplesmente acolhendo essa demanda com novas células sem de fato injetar mais capital, esse é o raciocínio pelo qual não haverá inflação com essas novas cédulas em circulação e agora.