fbpx
Pular para o conteúdo
Opção Dinheiro

Guerra na Ucrânia pode fazer quilo do pão chegar a R$ 20 no Brasil

A disparada da cotação do trigo causada pelo conflito na Ucrânia pode fazer o quilo do pão chegar a R$ 20 em algumas cidades brasileiras, alerta a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi).

Veja tambem:

 

De acordo com a Abimapi, quando as indústrias comprarem as novas safras do grão a tendência é que a alta do quilo do pão seja repassada para o consumidor. A Rússia é o maior exportador de trigo do mundo e tem sido afetada economicamente pelo conflito com a Ucrânia. Juntos, os dois países respondem por cerca de 30% das exportações mundiais de trigo.

Desde a semana passada o trigo tem registrado fortes altas no mercado internacional, chegando a aumentar 46,25% desde o início do confronto. A demanda que estaria buscando os trigos de origem russa e ucraniana agora procuram outros países para abastecer os mercados locais.

Assim, os preços não sobem somente nas bolsas norte-americanas, mas em outros pontos do mundo também. No Brasil, o impacto também já começou a ser sentido, com a tonelada do grão atingindo o recorde de R$ 1.900, representando uma alta de 26% em uma semana.

A farinha de trigo já acumula alta de quase 15% em 12 meses até fevereiro, segundo dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na sexta-feira (11). O pão francês, por sua vez, subiu (7%), enquanto o macarrão (12%) e as massas semipreparadas (10%)