fbpx
Pular para o conteúdo
Opção Dinheiro

FGTS: quem antecipar saque-aniversário não pode desistir da modalidade

A Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou um alerta explicando que os trabalhadores que estão contratando um empréstimo para antecipar o saque-aniversário do FGTS, não poderão renunciar à ação e devolver os chamados saques até o final do empréstimo. Segundo o Portal Extra, cerca de 8,5 milhões de pessoas empregam um negócio de mais de R$ 45,6 bilhões para facilitar os saques de aniversário do FGTS.

Veja também: 

O banco explicou que, quando um usuário faz um empréstimo e o utiliza como garantia para o saque-aniversário, a lei determina automaticamente que o saldo da conta do FGTS do empregado será congelado. Isso ocorre quando as taxas de juros (de 5% a 50%) incidem sobre a soma de todos os saldos das contas do FGTS, mais as parcelas adicionais, quando fica disponível um valor equivalente a um adiantamento. O que realmente é bloqueado é o valor da base de cálculo para se chegar no valor efetivamente emprestado, acrescido de taxas e juros da operação.

Em nota, a Caixa Econômica Federal informou que “os trabalhadores que optaram pelos saques aniversário do FGTS podem solicitar a volta à modalidade de rescisão do saque por meio do aplicativo do FGTS, desde que não haja pré-contrato”. O banco também lembra que as alterações só entrarão em vigor no primeiro dia do 25º mês após a data do pedido de devolução.

O que é o saque-aniversário?

Desde a última terça-feira (28/12), a Caixa Econômica Federal disponibilizou uma linha de crédito para a saída anual do FGTS antecipado (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Os empréstimos podem ser solicitados diretamente no aplicativo Caixa Tem e são considerados no dia útil seguinte à assinatura do contrato. Os saques de aniversário são uma forma de sacar uma parcela do FGTS a cada ano no mês de nascimento do trabalhador.

A antecipação do saque aniversário tem algumas regras. Com taxa de juros mensais de 1,49%, os pagamentos dos créditos se darão no mês aniversário do correntista e serão acrescidos valores adicionais a depender do valor contratado. Além disso, varia a porcentagem disponível para antecipação de acordo com o saldo do FGTS. Confira abaixo:

FGTS: quem antecipar saque-aniversário não pode desistir da modalidade

Por se tratar de uma antecipação de um valor já pertencente ao correntista é necessário calcular a taxa de juros ao longo das parcelas para verificar o real benefício da linha de crédito a depender do destino que o dinheiro imediato terá, pois a linha de crédito utiliza o FGTS como garantia.

Com o maior endividamento das famílias brasileiras é necessário atenção a empréstimos e antecipações.