fbpx
Pular para o conteúdo
Opção Dinheiro

Como saber se o CPF está negativado e o que fazer para mudar a situação

Se o seu  CPF está negativado, você terá um obstáculo para uma série de ações: comprar a crédito, pegar um empréstimo em um banco ou até mesmo conseguir um cartão de crédito. Mas para evitar surpresas, é bom verificar se você se encontra nessa situação.

Veja também: 

A melhor forma de verificar se o CPF está negativado é acessar o banco de dados de empresas especializadas que cadastram consumidores inadimplentes. É o caso da Serasa, que presta esses serviços.

Além do Serasa, as condições podem ser consultadas gratuitamente no SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) administrado pela Boa Vista. Na SCPC Brasil, esse serviço é pago. Informações via CNN Brasil.

Por que consultar se o CPF está negativado?

Na plataforma, os consumidores sabem se são bons ou maus pagadores e ainda podem renegociar e amortizar suas dívidas por meio de consultorias de crédito.

É importante que o CPF esteja limpo para que não haja dores de cabeça quando o cidadão precisar, por exemplo, de um auxílio de empresas ou bancos.

“Quando uma empresa quer conceder crédito, ela consulta o CPF e verifica o histórico do consumidor nos últimos cinco anos. crédito”, explicou a gerente da Serasa, Aline Maciel, à CNN Brasil.

Maciel destacou ainda que a provisão negativa de previdência é depois de cinco anos, mas isso se refere apenas a nomes que não constam mais no cadastro de dívidas. “Essa dívida não limita mais o crédito ao consumidor, mas ele continua devendo”, explicou.

Cuidado com os golpes

Em março, o IRS alertou os cidadãos de que precisavam regular seus fundos de previdência. Isso porque alguns dos anúncios no Google vieram de empresas falsas que prometiam oferecer serviços por uma taxa, mas fugiram com o dinheiro, ainda roubando dados de contratados.

Na maioria das vezes, depois de preencher um documento com informações pessoais, a pessoa deve pagar um boleto ou realizar uma transferência. Algumas das páginas ainda prometem respostas de contadores “com acesso ao sistema da Receita”.

A entidade lembra que o cidadão tem, de fato, a possibilidade de pagar profissionais para regularizar o CPF, mas antes que qualquer processo seja feito, orienta que é necessário verificar a reputação do contratado – especialmente se for de forma online.

Além disso, vale lembrar que dá para regularizar o CPF pelo site da Receita Federal ou em suas redes de atendimento, de forma totalmente gratuita.